O que tomar para não adoecer?

vitamina-d-y-el-sueno

Nesta altura do Ano, com a chegada do tempo frio, muitas utentes nos perguntam o que devem tomar para não adoecer.

Como digo sempre: cada caso é um caso e tem resposta singular.

Mas se tivesse que eleger um suplemento, uma única coisa diria, sem dúvida: Tome Vitamina D.

Sim, Vitamina D!

Vitamina D porque estudos revelam que a sua toma pode reduzir para cerca de metade o risco de morte súbita.

Revelam também ser quase impossível manter níveis adequados de Vitamina D sem suplementar, sobretudo nos meses de outubro a março (em latitudes como a nossa aqui em Portugal).

A Vitamina D influencia 229 genes do genoma humano, o que explica que a sua carência seja causa de tantas e tão diversificadas doenças.

Estudos efetuados nos Estados Unidos da América, demonstram que valores de Vitamina D entre 50ng/ml e 75ng/ml reduz em cerca de 50% a probabilidade de ter cancro, nomeadamente cancro da mama – menos 83% de probabilidade, cancro do colon – menos 80% de probabilidade e cancro do Endométrio – menos 67% de probabilidade.

Diminui o risco de doença cardio vascular, menos 50% de probabilidade de enfarte e menos 78% de probabilidade de Hipertensão.

Bem… E a lista continua!

Menos 50% de risco de Osteoporose, menos 83% de risco de gripe e menos 63% de asma.

Apesar da importância da Vitamina D para uma boa saúde, são pouquíssimas as pessoas que tem nível de Vitamina D dentro de valores adequados.

De tal modo que se pode hoje considerar que a Carência de Vitamina D é uma Doença do novo século.

Segundo John Carrel e Brunce Hollis, especialistas da matéria, deve-se ter pelo menos níveis de 40 ng/ml. Em França, por exemplo, cerca de 27% da população tem deficit severo de Vitamina D, ou seja, tem menos de 12 ng/ml. Este deficit encontra-se agravado em pessoas com mais de 50 anos que têm naturalmente menor capacidade de síntese orgânica de Vitamina D.

Segundo recomendações de especialistas franceses todos nós devemos tomar, pelo menos, 400ui/dia de Vitamina D a uma das refeições, se for em gotas é aproximadamente uma colher de café.

Obviamente que devemos analisar o valor de Vitamina D e atuar em conformidade, mas mesmo sem analise, é quase certo de que necessitamos suplementar, sobretudo de outubro a março, e podemos tomar sem receio porque o risco de intoxicação por Vitamina D existe para doses superiores de 30000 a 50000 unidades por dia, segundo o Prof. Holick.

Certamente que precisamos de suplementar algumas coisas para passar esta mudança de estação sem problemas, mas, sem dúvida, que a Vitamina D é uma delas.

António Soares Neto

Naturopata e especialista em Medicina Quântica na Clínica Em Forma. Com trabalho desenvolvido e publicado nas áreas da imunidade, sistema digestivo e intestinal. Especialista em Medicina Preventiva: Vale mais prevenir, do que remediar.

Também poderá gostar de…

2 respostas

  1. Márcia diz:

    Boa tarde, a suplementação de Vit D também pode ser feita em crianças? Porque só se aconselham as gotas (Vigantol) até aos 12meses.
    Muito Obrigada!

    • Mafalda Leitão diz:

      Bom dia Márcia. As crianças também podem tomar Vitamina D, embora a dose tenha sempre de ser ajustada à idade e ao peso. Obrigada 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *