Tradições de Ano Novo

passagem-de-ano-666x333

O novo ano está aí à porta! Já pensou nos 12 desejos que vai pedir? No que quer mudar? Nas cor das cuecas que vai utilizar? Já comprou as passas e o champanhe? E o porquê de tudo isto, destas tradições todas? Hoje vamos contar-lhe um bocadinho sobre o porquê de se fazerem certos rituais no Ano Novo.

  • Vinho Espumante: nas religiões cristãs, o vinho é considerado sabedoria e vida. E por serem feitos com uvas, acredita-se que traz sorte e prosperidade para o novo ano. E é importante lembrar de sempre consumir em taças de cristal, pois a mesma purifica as energias espirituais.
  • Brindar com álcool: Deve-se brindar sempre com álcool e nunca com água, devido à ideia antiga do álcool trazer vitalidade e saúde, como símbolo da vida que é. Para renovar as forças deve guardar até a rolha de champanhe que foi aberta e só deitar fora no ano seguinte.
  • Frutas secas ou cristalizadas: significam sorte e fartura para o próximo ano.
  • Não ingerir carne de aves: diz-se que não se deve ingerir carne de aves na última refeição do ano para se evitar que a felicidade voe para longe. Pelo contrário, o chocolate é muito recomendado, já que atrai riqueza.
  • 12 passas: Comer as 12 passas é a superstição de passagem de ano mais conhecida. Por cada uma das 12 badaladas do ano deve-se comer uma passa e pedir um desejo que se queira ver realizado no novo ano. Na última badalada pode-se atirar uma moeda ao ar ou pular com o pé direito.
  • Roupa branca: a tradição de usar roupa branca no Réveillon veio das tribos africanas, que usavam trajes brancos – que significa paz e purificação espiritual -, para homenagear Iemanjá na virada do ano.
  • Lingerie colorida: diz-se que a cor da lingerie que usará na Passagem de Ano irá refletir o seu próximo ano.  Alguns defendem que deve ser azul, outros de cor vermelha. Supostamente o azul traz boa sorte, o vermelho sucesso amoroso, o amarelo garantias económicas, o branco paz, o verde saúde e o castanho melhora a carreira profissional. Diz-se também que se for nova atrai o amor e a sorte.
  • Cantar as janeiras: Uma tradição mais antiga mas que ainda acontece em algumas vilas e cidades é “cantar as janeiras”. Depois que passa o natal, no começo do ano, antes ou mesmo no dia de reis, grupos de amigos juntam-se e vão pelas ruas, de casa em casa, batendo nas portas e cantam algumas músicas com o objetivo de receberem doces, vinho ou dinheiro.
  • Bater tachos e panelas: Uma das superstições mais antigas e enraizadas pelo mundo inteiro é a de fazer barulho para espantar os maus espíritos e os velhos fantasmas que assombraram no ano anterior. Vale tudo nesta superstição: gritar, assobiar, bater nas panelas, lançar foguetes, estourar o champagne etc. Acredita-se que tem origens anteriores ao Império Romano..
  • Subir a uma cadeira ou degrau à meia-noite com o pé direito: é sinal de prosperidade e de subida na vida. Há quem o faça com uma nota na mão, para atrair mais dinheiro no novo ano que entra em cena, e há quem dê três pulinhos com a taça de champagne na mão sem o derramar e depois atire o líquido para trás sem olhar, para deixar para trás tudo o que de mau se passou.

Também poderá gostar de…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *