Regresso às aulas

pais

Para muitos o regresso às aulas inicia-se esta semana e, juntamente com isso, chegam novas emoções, novos sentimentos, responsabilidades e rotinas.

Este novo início de etapa deve ser analisado quer do ponto de vista dos pais, quer do ponto de vista das crianças.

Para ambos é, certamente, um momento de ansiedade e stress, mas também de entusiasmo. Os pais que estão ansiosos pela entrada do filho na escola e pela desvinculação que terá de ser feita. Os filhos ansiosos com tudo o que aí vem de novo. Deixam de ser só os nossos filhos, para passarem a ser os filhos que já estão na escola, a aprender, a formarem-se e a criarem novas relações. Um misto de emoções e sentimentos, é certo. A preocupação aliada ao orgulho de já terem o filho na escola.

Tudo isto é normal e importante no crescimento sócio-emocional da criança.

Deve começar já a preparar toda a rotina, mesmo antes das aulas começarem. Horários, refeições, tempo para brincar, tempo para estudar, a hora de tomar banho, organização do material escolar, hora de deitar e acordar. Tudo isso é essencial, até para a criança se ir começando a inteirar da nova rotina.

Este é um momento muito importante na vida da criança. E os pais têm também um papel fulcral, de forma a estimular novas aprendizagens, raciocínios, e pensamentos. Para isso, é necessário haver interação entre pais e filhos, haver recompensas pelas coisas que foram bem feitas, e conversas serenas sobre as coisas que não foram feitas tão bem. Devem existir regras bem definidas, e deve existir a palavra “Não”. É importante saber dizer que não às crianças e explicar o motivo; assim como também é importante que a criança perceba e compreenda.

Incutir o gosto pelo conhecimento e aprendizagem e, claro, o gosto pela escola é essencial. Reforçar a motivação, a organização, a disciplina e a rotina.

E, acima de tudo, perceber que há tempo para tudo. Para estudarem, para brincarem e para fazerem as rotinas do dia a dia. E, por esse motivo, a implementação de horários fixos é muito importante, para que a criança perceba quando é tempo de brincar e quando é tempo de fazer as outras coisas. A brincadeira é essencial e é também uma forma de aprendizagem, certamente. Mas as regras também são essenciais, tanto para a criança, como para a relação familiar.

Pais – este é um novo momento, seja a primeira vez (ou não) que o seu filho vai para a escola. Todos os anos letivos são importantes e contemplam novas etapas do crescimento. A ansiedade é normal (quando não exagerada), e deve tentar mostrar ao seu filho o quão bom é a escola e as aprendizagens que são feitas, a todos os níveis.

Filhos – este é um momento divertido. Vão conhecer novos amigos e professores e todos os dias vão aprender novas coisas para contar ao pai, à mãe ou aos avós. Vão brincar muito, vão aprender muito e divertir-se muito.

 

Bom regresso às aulas!

Acompanhe o seu filho, e tenha atenção a qualquer comportamento diferente.

Mafalda Leitão

Psicóloga na Clínica Em Forma. Com trabalho clínico e publicado na área da psicologia positiva, emagrecimento através da mente, depressão e ansiedade. Trabalho científico publicado na área da obesidade e perda de peso bem sucedida e menopausa.

Também poderá gostar de…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *