Portugueses estão a comprar menos bebidas açúcaradas

A notícia é avançada pela edição impressa do Jornal de Notícias.

Em apenas seis meses, depois de instituído o novo imposto sobre os refrigerantes (que entrou em vigor em setembro de 2016 e previa um período de transição para os fornecedores até março de 2017), as vendas das bebidas mais açucaradas caíram 25%.

Perante estes resultados, o Ministério Publico quer ir ainda mais longe e alargar a  proibição da venda de alimentos prejudiciais a bares e cantinas dos hospitais; principalmente porque Portugal é o país da Europa com a maior prevalência de diabetes e onde o consumo de sal é o dobro do recomendado – o aconselhado é de 5 gramas por dia e os portugueses consomem cerca de 11 gramas.

Boas notícias? Será que começa a haver uma preocupação maior com a saúde? Será que as pessoas, antes de comprar, já pensam duas vezes nas consequências do consumo deste tipo de produtos?

 

Também poderá gostar de…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *