Férias… Tempo de felicidade ou Tempo de “depressão”?

felizz

 

 

Para muitos, as férias são sinónimo de alegria, descanso, bem estar e felicidade. No fundo, é tirarmos um tempinho só para nós, estarmos com aqueles de quem mais gostamos, descansarmos, divertirmo-nos e colocar os problemas e as situações mais stressantes numa gavetinha fechada a cadeado. Isto é o cenário ideal (talvez) e o que realmente acontece para muitas pessoas.

Contudo, o que é verdade para uns, não o é certamente para outros. E ainda há muitas pessoas que vivem as suas férias de forma contrária. Ou seja, há muitas pessoas que vivem as férias como uma fase deprimente e mais triste. Ou porque não têm ninguém a seu lado; ou porque não têm dinheiro para fazer umas férias como desejariam; ou porque tiveram alguma notícia negativa mais recentemente ou ainda porque não se sentem bem consigo próprias. Sim, quem não se sente bem consigo mesmo, pode viver este período de férias de forma negativa e depressiva.

E porquê?

Os motivos podem ser vários, como já vimos anteriormente.  O que importa é saber o que fazer e como fazer, para se sentir bem consigo, para gostar de si própria… Não só nas férias, mas durante o ano inteiro!

Ao longo da nossa vida, experimentamos várias vezes (por vezes, com demasiada frequência) momentos negativos, injustiças, tristezas, frustrações, etc. E isso vai derrubando-nos, quer queiramos, quer não. Claro que cada pessoa reage da sua forma a determinados acontecimentos, no entanto, muitos de nós não conseguem avançar mais em frente e desistem. Desistem de tudo, principalmente deles próprios. E quando desistimos de nós próprios, é porque a situação está a tomar proporções graves.

Todavia, seja qual tenha sido o motivo/situação que o tenham deixado assim, há que olhar para a vida de uma outra forma, com outra perspetiva. Primeiro que tudo, perceber que quase tudo aquilo que nos acontece de mal é superável e nós temos forças para conseguir ultrapassar, de forma mais ou menos rápida. E como seguir em frente? Como passar umas férias mais felizes?

 

1) Comece por aceitar as coisas como são – aceite que não pode controlar os acontecimentos do mundo exterior. As coisas são como são e acontecem por alguma razão. A única opção que temos é ver as situações de outra forma e pensar no que de bom pode tirar de cada situação.

2) Está na hora de pensar em si – por vezes, parece que tudo cai em cima de si: problemas, frustrações, zangas, stress, etc., etc. Isso até pode acontecer mas vai chegar um dia que terá de pensar em si. E esse dia chegou! Para conseguir resolver todos os problemas, tem de estar bem consigo próprio. Só assim terá sucesso!

3) Amanhã  é sempre um novo dia – o passado está no passado. O presente deve ser vivido com toda a intensidade e sempre com um sorriso, porque o amanhã ainda está por chegar e nós não o controlamos e não sabemos nunca se o amanhã não será o dia mais feliz das nossas vidas.

4) Aproveite as férias – com mais ou menos pessoas, com mais ou menos dinheiro, com mais ou menos motivação as férias podem (e devem) ser aproveitadas com toda a garra e determinação. E para isso não precisa de grandes coisas. Basta aproveitar os pequenos momentos para ser feliz durante as férias. E isso passa por ler um bom livro, por olhar o sol intenso e radioso, por sentir o cheiro da brisa marítima, por colocar os pés na areia, por sentir-se livre, por pensar em si e por tratar de si.

Porque hoje deveria ser o primeiro dia do resto da sua vida.

Mafalda Leitão

Psicóloga na Clínica Em Forma. Com trabalho clínico e publicado na área da psicologia positiva, emagrecimento através da mente, depressão e ansiedade. Trabalho científico publicado na área da obesidade e perda de peso bem sucedida e menopausa.

Também poderá gostar de…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *