Estar todo o dia sentada invalida os benefícios do treino?

Uma das causas para o grande aumento da obesidade é, sem dúvida, a mudança no estilo de vida, seja pelas mudanças alimentares, seja pelas mudanças na atividade física, como por exemplo, o sedentarismo. Se antigamente as pessoas tinham trabalhos muito físicos, como a agricultura, hoje em dia isso não é verdade. E se antigamente as pessoas andavam a pé para se deslocar aos sítios, hoje em dia o automóvel é o transporte predilecto. Tudo isto alterou significativamente o estilo de vida das pessoas na nossa (e em outras) sociedade.

 

Mas, o que é certo, é que o impacto de estar todo o dia sentada no trabalho depende muito da quantidade de exercício realizada e da quantidade de horas que passa sentada.

Uma investigação publicada na revista científica Mayo Clinic Proceedings revelou que uma hora de exercício moderado por dia (mais ou menos o esforço envolvido numa caminhada rápida – ou power walk) pode compensar os efeitos negativos de estar sentado entre seis a sete horas.

Se nada fizer, em termos de exercício físico, se trabalhar de forma sedentária e se a sua vida fora do trabalho também for sedentária,  poderá ter alguns riscos associados, nomeadamente, pressão arterial elevada, níveis de açúcar no sangue elevados, diabetes, problemas cardíacos e excesso de peso/obesidade.

 

Mesmo que não consiga estar 1 hora no ginásio, todos os dias, poderá fazer pequenos esforços ao longo do dia, para conseguir minimizar alguns riscos. Por exemplo, ir de escadas em vez de elevador; dirigir-se a um colega, em vez de lhe ligar; fazer uma pequena caminhada na sua hora de almoço; deixar o carro mais longe ou sair uma paragem antes do seu local de trabalho; fazer uma caminhada em família depois de jantar,… Há tantas opções, só precisa de pensar nas que mais se adequam a si e ao seu estilo de vida!

Força! Exercite-se por si e pela sua saúde!

Também poderá gostar de…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *