Doces típicos de Natal

Natal2010I

A nossa nutricionista, Drª Ana Filipa Baião deixa as suas sugestões para as sobremesas de Natal. Não queremos retirar da sua mesa de Natal os doces típicos e tão especiais; contudo, deixamos-lhe pequenos truques que pode utilizar, para que as calorias ingeridas sejam menores!

Esperemos que passe um ótimo Natal, doce qb!


São vários os doces tradicionais de Natal, nomeadamente, as Fatias Douradas, os Sonhos, as Azevias, o Arroz Doce, o Tronco de Natal, as Filhoses…

Para os doces como as Azevias, as Filhoses e as Rabanadas as propostas de alteração na confecção não são facilmente aceites, visto que algumas alterações podem afetar o sabor, a textura e a consistência. Por esta razão, assumimos que uma alteração a estas receitas irá adulterar a nossa interpretação e emoção relativamente  ao alimento/ doce que existe na nossa memória alimentar e que por isso representa o Natal! Com certeza que já se deparou com a degustação de um Sonho ou de uma Azevia e o seu pensamento assumiu a presença de um familiar querido!? “Parecem as que a minha avó fazia” ou “Cheiram à casa da minha mãe durante o Natal, frutos, canela e açúcar”.

Contudo existem propostas simples e que podem tornar os doces de Natal menos calóricos:

  • Farinhas integrais ou de centeio;
  • Óleos de elevada tolerância a elevadas temperaturas;
  • Açúcar mascavado;
  • Stevia – adoçante natural;
  • Bebida vegetal ou leite magro.

Sabe qual o melhor conselho que lhe dou para este Natal? Coma de tudo e não coma de nada. Prove apenas um bocadinho daquilo que mais gostar, só mesmo para matar o desejo (não precisa de comer a azevia toda de uma vez, por exemplo). Isso irá satisfazê-la, tanto física como emocionalmente e preencherá, sem dúvida, o seu Natal!

Ana Filipa Baião

Nutricionista na Clínica Em Forma. Com trabalho clínico desenvolvido e publicado na área do emagrecimento, doença oncológica, doença celíaca e imunidade.

Também poderá gostar de…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *