Como superar o inverno através das sementes

sementes-chia

Com estas temperaturas, as gripes estão aí à porta. E não convém ficar doente, ainda para mais nesta altura do ano, em que as Festas estão a chegar. As medidas de prevenção são do conhecimento, como: andar agasalhado, evitar diferenças de temperatura, beber bebidas quentes, mas muito ainda há para trazer para conhecimento de todos, mais concretamente, como os usar os alimentos, ou melhor os super alimentos para se defender deste surto.

“O Alimento deve ser o nosso primeiro medicamento”. Comecemos então por esclarecer a definição de super alimentos: O termo super alimentos é utilizado para distinguir os alimentos pelos seus extraordinários efeitos benéficos para a saúde e proteção contra a doença.

Atualmente, com todas as questões relativamente a prevenção de doença, são inúmeros os esforços para conquistar a atenção de todos para a importância em preservarmos a saúde através dos alimentos.

‘O Alimento deve ser o nosso primeiro medicamento’ é um conceito (e também conselho) conhecido milenarmente.

As sementes, mais concretamente, quinoa, chia e linhaça, cujo consumo tem crescido no nosso pais, também designadas como novos alimentos, podem defender-nos contra a gripe e os estados gripais. Fique a saber como:

Sementes de Quinoa

Com origem no Peru, este super alimento reúne todas as características desejadas para o combate as atuais doenças, o que faz dele o mais promissor de todos. Basta pensarmos que em 2013, a Assembleia Geral das Nações Unidas, decretou esse ano como o ano da quinoa. Com certeza que muito ainda se irá ler e ouvir sobre ele.

A sua utilização na alimentação humana sempre existiu, mas após a Invasão Espanhola na América Latina caiu em desuso, muito pela entrada de trigo e cevada, levados da Europa.

A quinoa e todas as sementes a mais rica em proteína de alto valor biológico, ou seja, garante ao Homem aminoácidos essenciais (aminoácidos que o organismo não sintetiza), sendo por este motivo, extensamente utilizada em cozinha vegetariana e vegan. É ainda rica em cálcio e ferro, garantido a ingesta, especialmente nestes grupos, de minerais (presentes em quantidade em alimentos de origem animal) que em défice podem originar, osteoporose e anemia, respetivamente. Numa situação de surto de gripe, estas sementes garantem um excelente reforço do sistema imunitário, por disponibilizarem aminoácidos tão importantes, mais concretamente lisina, para a produção de anticorpos, agentes de defensa do nosso organismo.

Fonte de ómega 3 e 6, ácidos gordos polinsaturados de extrema importância, pois sem estes a saúde não esta garantida, uma vez que participam na normalização do perfil de gordura sanguínea, por favorecerem a eliminação de colesterol, melhorarem o perfil de bom colesterol, por reduzirem fenómenos inflamatórios, por melhorarem todo o sistema nervoso, mais concretamente, a fibra nervosa, contribuindo assim na prevenção das várias demências. A sua conhecida ação antioxidante permite salvaguardar a célula, e por consequente, o organismo da ação do radical livre.

Sementes de Chia

Originaria do México a chia é um super alimento no combate as doenças cardiovasculares.

Muitos estudos mostram a forte presença de ácido fenólico, fitoquímico do grupo dos flavonoides, que confere a esta semente poder antioxidante, protegendo a célula da ação do radical livre.

As condições de saúde pública, como o índice de diabetes, doença cardiovascular e excesso de peso, obrigaram a que outras fontes alimentares fossem estudadas e investigadas. A CHIA mostrou-se um poderoso aliado, também por ser fonte de ómega 3 e 6, e por isso, foi reintroduzida na Alimentação humana, por contribuir para um coração e cérebro saudáveis. Mais uma vez, a presença destes ácidos gordos polinsaturados permitem conferir-lhe maior resistência a ação viral

E, ainda de destacar a sua riqueza em fibra que permite manter uma função intestinal regular e fortalecida. Não nos podemos esquecer que o intestino e a nossa primeira porta de entrada de vírus e bactérias para a corrente sanguínea. Caso a flora bacteriana benéfica esteja reduzida, se a motilidade intestinal esta alterada tornando esta mucosa menos permeável, a porta de entrada ao sangue esta aberta e, a suscetibilidade a doença e maior.

Esta semente é ainda interessante para atletas e desportistas pela presença de minerais, como o magnésio, o fosforo, zinco, cobre e o cálcio, que garantem uma boa recuperação muscular após o treino.

Sementes de Linhaça

De origem Asiática, a linhaça esta presente em todo o Mundo.

Este super alimento destaca-se pela sua riqueza em fibras alimentares, acido alfa-linoleico (Omega 3) e lignina.

A sua maior característica prende-se a sua riqueza em fibra, quer solúvel quer insolúvel, que fomentou diversos estudos, que mais tarde a consagraram a Rainha das sementes. Estão descritos efeitos protetores da função intestinal e do sistema cardiovascular, uma vez que a esta concentração de fibra estão associados estudos que demonstram a redução significativa da gordura sanguínea, a melhoria do perfil de gordura e, também de açúcares (o maior radical livre da nossa alimentação).

A lignina, e um importante fitoquímico, com ação fitoestrogénica que protege a saúde da mulher. Interessante para a mulher jovem e para a mulher pós-menopausa.

Fonte de ómega 3 e de antioxidantes, como os flavonoides, protegem as células da ação do radical livre.

Rica em aminoácidos, como glutamina, arginina, leucina e glicina, importantes para o sistema imunitário. Logo, ao estar a comer linhaça, garante função imunitária contra as gripes e constipações.

Para não estar suscetível ao vírus da gripe, não se deve esquecer das seguintes estratégias, que resumem o que foi referido anteriormente:

  1. Comer bem, garantindo um bom aporte de nutrientes, adotando um estilo alimentar densamente nutritivo e, adaptado a sua pratica desportiva.
  2. Comer alimentos ricos em Antioxidantes
  3. Comer fibra. O intestino e a primeira porta de entrada de vírus e baterias, este deve estar regular e fortalecido.
  4. Coma alimentos ricos em Omega 3 e 6.
  5. Se tem excesso de peso/obesidade, recorra as sementes. Estes Novos Super Alimentos, permitirão-lhe ficar mais saciado, corrigir o peso, ganhar saúde e imunidade.

Pode incluir esta semente inteira nas suas saladas, no iogurte, nas sandes, na confeção de pratos estilo panado. Se preferir a semente triturada pode incluí-la na sopa, nos sumos detox e ainda para confecionar crepes ou wrapp.

Coma bem. Ganhe saúde! Defenda-se da Gripe através dos super alimentos.

Ana Filipa Baião

Nutricionista na Clínica Em Forma. Com trabalho clínico desenvolvido e publicado na área do emagrecimento, doença oncológica, doença celíaca e imunidade.

Também poderá gostar de…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *