Celulite! Muito mais que um problema estético

autoestima-feminina

A Celulite é, frequentemente, considerada um problema estético que afeta cerca de de 80% das mulheres.

No entanto, a celulite é muito mais do que apenas um problema estético, sem querer desvalorizar esta vertente do problema.

Celulite é também um problema de saúde e um problema psico-emocional.

Do ponto de vista estético, sabemos como ela limita a vida, desde não se sentir bem em ir à praia ou às compras com as amigas, até não vestir aquela saia de que tanto gosta porque a Celulite não permite.

Do ponto de vista da saúde, temos de olhar para a Celulite como uma aglomeração tecidular, de tecido gordo, com uma densidade anormal, com processo inflamatório associado, fazendo com que a circulação, a oxigenação, a vida celular e a excreção estejam seriamente comprometidas em tecidos com Celulite; e, aqui, não estamos a falar de gostar ou não do que se vê, estamos a falar de saúde. Ou melhor, estamos a falar de situações que se não tratadas podem evoluir para situações graves como dores de pernas constantes, má circulação crónica, ineficiência linfática, dores e redução da mobilidade.

Muitos dos problemas de pernas em pessoas com mais idade começaram por ser problemas de celulite 20 ou 30 anos antes negligenciados. Desleixo esse, que tem um custo pessoal e social muito elevado.

Evite e trate hoje a Celulite, para não se arrepender amanhã.

Sobre o aspeto psico-emocional quase me escusaria de comentar, tal é o efeito sentido na pele por todas as mulheres com Celulite.

Desde logo é o levantar que não corre bem, é o espelho que nos irrita logo de manhã, é o não estar bem consigo própria. É a auto estima fortemente abalada, é a relação de si para si, para com os outros, é a falta de confiança e pouco à vontade em momentos mais íntimos, são as limitações que impõem a si própria (não vai aqui porque tem Celulite, não veste biquíni ou mesmo fato de banho porque tem Celulite), é o não olhar ao espelho por não gostar do que vê, é um sem número de situações que a levam a gostar menos de si e a ter dúvidas e hesitações.

A autoestima é um motor fundamental para o seu bem-estar físico, psíquico e emocional.

Por tudo isto, a Celulite é para tratar e, quanto mais cedo melhor.

Trate a Celulite num centro especializado. Não se engane a si própria, optando por soluções de vão de escada ou tipo “chinês” que pouco ou nada fazem, apenas servem para se desmoralizar ainda mais e ficar com pena de si própria, porque coitada até fez tratamentos, só que os mesmos nada fizeram,” sou mesmo uma coitada”, A MINHA CELULITE É MESMO PARA FICAR.

E não é!

António Soares Neto

Naturopata e especialista em Medicina Quântica na Clínica Em Forma. Com trabalho desenvolvido e publicado nas áreas da imunidade, sistema digestivo e intestinal. Especialista em Medicina Preventiva: Vale mais prevenir, do que remediar.

Também poderá gostar de…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *