A importância de ter olhos azuis

olhos-azuis

A iridologia é um auxiliar precioso no diagnóstico das perturbações anatómicas, biológicas e funcionais mas, através da observação da íris, podemos também aprender como tirar partido das nossas forças, evitando as nossas fraquezas, de forma a mantermo-nos mais saudáveis.

Porque é que alguns de nós temos olhos azuis, outros temos olhos castanhos ou verdes? E que influência pode ter na nossa vida a cor da nossa íris?

Existem três tipos básicos de íris: a íris azul, a castanha e a mista, que representam a forma como a espécie humana se desenvolveu e se veio adaptando ao longo dos tempos.

Se você tem olhos azuis, saiba que os seus ancestrais são oriundos do hemisfério norte, onde sobreviver dependia de produzir e conservar calor. As gorduras e hidratos de carbono, necessários para produzir calor, também produzem e retêm toxinas, que veêm a sua eliminação dificultada por uma pele que tende a fechar-se para conservar a temperatura. Desta forma, as infecções e as inflamações são frequentes, bem como os eczemas e as alergias.

Por isso, se tem olhos azuis, deve evitar os alimentos lácteos (por serem produtores de muco); a carne deve ser consumida com muita moderação (por produzir muitas toxinas); os açúcares e os produtos refinados (por perturbarem o equilíbrio do PH); os citrinos também devem ser evitados, sobretudo no tempo frio, pois podem aumentar a acidez gástrica, excepção aos limões que têm um efeito alcalino no organismo.

Siga algumas destas dicas:

  • Beba muita água, para drenar os fluidos;
  • Coma fruta e vegetais frescos, para regular o sistema imunitário;
  • Faça um peeling corporal, por semana, para retirar as células mortas e optimizar a respiração cutânea;
  • Utilize água quente e fria alternada, para estimular a circulação sanguínea;
  • Faça exercício físico, para estimular o sistema linfático.

 

Ana Passadeiras

Psicóloga e Osteopata na Clínica Em Forma. Com trabalho desenvolvido na recuperação neuro muscular, com particular incidência em patologias da coluna e joelho. Especialista em Iridiologia - técnica de diagnóstico através da leitura clínica da íris e das suas relevâncias a nível pessoal.

Também poderá gostar de…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *