80% das dietas falham

falha-dieta-resize

Hoje saiu mais uma dieta nova. Porque não experimentar? No fundo, não tem nada a perder.

Experimenta durante um mês, espera que os milagres aconteçam e, como não vê resultados, desiste. Isto é uma das causas que levam à falha sucessiva das dietas. Mas isso já você sabia! Estas dietas da moda dão resultado (se derem) só durante algum tempo; depois volta sempre tudo ao mesmo… E porquê? Porque os velhos hábitos (que, no fundo, nem mudaram assim tanto), regressam à sua vida… E a mudança… Essa durou apenas algum tempo e, mais uma vez, fica a frustração e a zanga consigo próprio por não ter conseguido. Por, mais uma vez, ter falhado!

E, portanto, como vê que não consegue sozinho, decide procurar ajuda. Até aqui tudo bem. Vai a um nutricionista, que lhe passa uma dieta específica para o seu metabolismo. As coisas parecem estar a correr bem; o peso começa a diminuir e sente-se melhor consigo próprio. Contudo, um dia comete um deslize (quem não o faz?) e sente que pode vir a falhar. Passado um tempo sente que já está farto de comer verdes todos os dias e desiste. Como em todas as outras tentativas que tinha feito, desiste. Como 80% de todas as dietas. E sabe porquê? Por uma razão muito simples: a mente não tinha mudado até então.

E o que é isto de mudar a mente? É simples. Não podemos querer mudar o nosso corpo e emagrecer “para sempre”, se não mudamos a nossa forma de ver as coisas. A nossa forma de ver a dieta. A nossa forma de ver um novo estilo de vida mais saudável. E, portanto, tem de haver um equilíbrio entre o corpo e a mente, para que os resultados sejam satisfatórios e, claro, duradouros.

Há muitos anos atrás comíamos para sobreviver, é um facto. E, apesar de termos evoluído, muitas vezes também comemos como “se não houvesse amanhã”. Mas isto é um impulso que temos. A boa notícia? É que ao mudar a mente, conseguirá controlar estes impulsos com a comida e, principalmente, a ter autocontrolo das situações da sua vida, equilibrando corpo-mente. Pode aprender a re-programar o seu cérebro a dizer que não a diversos tipos de alimentos.

Como é que isso se faz? Mudando os seus pensamentos. Gosto de dizer que todos nós temos pensamentos bons (adaptativos) e pensamentos maus (não adaptativos). O grande problema na falha das dietas é precisamente esse: já é um pensamento mau que está “gravado” na sua mente. Ao alterá-lo e transformá-lo em pensamento bom, as coisas serão muito mais fáceis e as dietas começam a dar lugar a um novo estilo de vida saudável.

Para ter sucesso numa dieta, precisará de enfrentar os seus maiores defeitos, incapacidades e limitações. O psicólogo especialista no emagrecimento não vai acabar com a obesidade, de um dia para o outro. Vai sim, fazê-lo entender o porquê de ter chegado até onde chegou e de que forma é que vai sair dessa situação. A caminhada é sua.

Sabia que um estudo nos Estados Unidos relata ser possível treinar a mente a preferir alimentos saudáveis com poucas calorias e alimentos pouco saudáveis e com muitas calorias? Pois é. Certamente que quando nascemos o nosso prato preferido não eram batatas fritas com hamburgueres e, antes de ir para cama, um pacote de bolachas ou um balde de gelado. O que quero dizer com isto? Que os hábitos se foram criando e a mente adaptando-se a esses hábitos. E sabe bem que nós somos feitos de hábitos e que a palavra mudança, para nós, é muito temida. Mas agora pergunto: se podemos ter novos hábitos mais saudáveis e mudar, para melhor, porque não o fazemos? Porque é difícil? E o que não é difícil, na vida?

Sabia também que os programas de perda de peso que têm mais resultados duradouros são aqueles em que existe acompanhamento psicológico (coaching)? Portanto, o primeiro passo é procurar um psicólogo especialista em emagrecimento ou um programa de emagrecimento que na sua equipa tenha um psicólogo, para o ajudar a mudar a sua mente a forma como reage às dietas. Tudo pode ser mais fácil e, principalmente, pode aprender a ser feliz enquanto perde peso e a não esperar perder o peso todo estipulado para ser feliz…

O que ganha com isto tudo?

  • Ganha uma nova postura perante as dietas, ou melhor, perante a vida;
  • Percebe que não é o único a errar e a querer desistir. Todos nós passamos por isso, só temos de aprender a saber gerir os equilíbrios do dia a dia;
  • Com a mudança da mente, não é necessário fazer um grande esforço para alcançar um objetivo muito pequeno;
  • Aprenderá a ter força de vontade e motivação;
  • Saberá quais são, na realidade, os objetivos que quer, e como eles irão afetar a sua vida;
  • Aprenderá a ter autocontrolo, determinação, poder de escolha, poder de tomada de decisões e persistência (englobará tudo na vida);
  • Aprenderá estratégias e técnicas a diversos níveis, para manter uma dieta equilibrada, assim como a prática de exercício físico;
  • Aprenderá a gostar de si porque no fundo, se não gostar de si, quem gostará?

Não se esqueça se não mudar a sua mente em relação à sua dieta ou ao seu novo estilo de vida, o dia de amanhã será sempre igual ao dia de ontem.

Mafalda Leitão

Psicóloga na Clínica Em Forma. Com trabalho clínico e publicado na área da psicologia positiva, emagrecimento através da mente, depressão e ansiedade. Trabalho científico publicado na área da obesidade e perda de peso bem sucedida e menopausa.

Também poderá gostar de…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *