6 estratégias nutricionais para prevenir o Cancro!

O cancro é uma doença que atinge milhares de pessoas, hoje em dia. A prevenção é fulcral e oferecemos-lhe algumas dicas alimentares para prevenir, em vez de remediar.

  1. Preencha sempre o prato com bastantes vegetais, hortaliças e legumes. Pense na Roda dos Alimentos (mais de metade desta ferramenta de Educação Alimentar está relacionada com produtos vegetais). A centralidade do prato não deverá ser a proteína animal, mas sim os vegetais. Estes alimentos, pobres em calorias, são ricos em antioxidantes, fibra alimentar e agentes celulares que ajudam na manutenção da célula. Contudo, nunca deverá esquecer a importância de incluir a sopa de legumes, às refeições principais.
  2. Inclua proteína vegetal nas suas refeições, como o grão, o feijão, as lentilhas (leguminosas) e, ainda, quinoa e/ou chia (sementes). Alimentos ricos em proteína de alto valor biológico, que podem substituir a proteína animal, ricos em fibra, quer solúvel, importante no controlo de açúcares e de gordura (colesterol), quer insolúvel, que protege a saúde intestinal.
  3. Esteja atento ao PH sanguíneo. Evite os alimentos refinados e processados. Beba água de ph básico, como por exemplo a água da Serra de Monchique. Coma fruta, vegetais, legumes e sopa. Reduza a adição de sal e prefira as ervas aromáticas.
  4. Reduza o consumo de carnes, mais concretamente, de carnes vermelhas.
  5. Coma Ómegas. Previnem as doenças cardíacas, mas são também importantes para a redução de fenómenos de inflamação. São igualmente importantes para a saúde e proteção do Sistema Nervoso. Coma peixe, sementes (linhaça, girassol, sésamo, pevide, entre outras) e cereais integrais (como a aveia) ou ainda os pseudo-cereais (como a chia e a quinoa).
  6. Evite as gorduras saturadas. Opte por gorduras vegetais, nomeadamente o Azeite. Faça creme de barrar de frutos secos ou azeitona, como substituto de manteiga.

Ana Filipa Baião

Nutricionista na Clínica Em Forma. Com trabalho clínico desenvolvido e publicado na área do emagrecimento, doença oncológica, doença celíaca e imunidade.

Também poderá gostar de…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *