10 alimentos para os dias frios

sem-t-tulo

O frio chegou e parece que veio para ficar! A Drª Ana Filipa Baião, nutricionista das Clínicas EM FORMA, conta-lhe quais os 10 melhores alimentos a consumir nestes dias mais frios. Para aumentar as defesas contra as tão temidas doenças naturais do inverno, as suas opções alimentares devem estar concentradas em três fatores chave: alimentos antioxidantes, alimentos que ajudam a manter integra a mucosa intestinal, por esta ser a nossa primeira barreira de defesa contra os agentes que nos “ofendem”, como vírus e bactérias e, ainda, alimentos ou bebidas que hidratam o nosso organismo. Veja, então, quais são os 10 alimentos que deve consumir nestes dias mais frios:

  1. Maçã: Rica em fibra alimentar, vitaminas e minerais é um excelente alimento para fazer os snacks de meio do dia; dando alguma energia, favorecendo a absorção de água e beneficiando o sistema intestinal. De tal modo, que há o ditado 1 maçã por dia mantém o médico afastado;
  2. Sopa de legumes: A sopa é um dos melhores alimentos. Comer uma sopa de legumes como entrada é excelente pelo efeito hidratante, saciante, e todos os outros benefícios que os vegetais incluídos na sopa lhe transmitem. Devemos sempre começar a refeição com uma sopa de legumes; é das melhores medidas que podemos tomar do ponto de vista nutricional;
  3. Laranja: Os dias chuvosos, cinzentos e frios pedem o aconchego do doce deste fruto. A Laranja é o citrino de eleição do inverno, rica em Vitamina C – previne gripes, constipações e estados febris. Aumenta as nossas defesas contra os agentes radicais livres, que perturbam o funcionamento celular. A Laranja é saciante pela sua riqueza em fibra, quando ingerida inteira; porém, quando ingerida em sumo, pode perder parcialmente as suas melhores características nutricionais: a fibra alimentar e a vitamina C;
  4. Kiwi: Fruto de enorme interesse nutricional. As suas características em fibra alimentar e vitamina C, definem este fruto como o terceiro mais importante na prevenção das doenças de inverno. A vitamina C é o maior agente antioxidante deste alimento. Mas, a sua ação preventiva das doenças do inverno, pode estar associada à sua função ao nível do estado da mucosa intestinal, pois o kiwi, pela sua riqueza em fibra solúvel, permite o crescimento das bactérias intestinais benéficas, assim como, pela presença de fibra insolúvel, que permite regularizar o trânsito intestinal, permitindo reduzir naturalmente a absorção de gorduras e açúcares que são tóxicos para as células do intestino, causando profundos desequilíbrios orgânicos;
  5. Nozes e Frutos secos: A natureza é perfeita e os frutos secos são exemplo disso mesmo. São os alimentos da época, ricos em gordura saudável (gordura monoinsaturada), gordura com ação benéfica para vários órgãos e sistemas – gordura essencial à vida. Os frutos secos são ricos em vitamina A, E e selénio, mas, mais concretamente as nozes, o que a torna a mais antioxidantes de todos os frutos;
  6. Gengibre: A conquistar cada vez mais adeptos, o gengibre de paladar intenso, quase picante, tem ação antioxidante, anti inflamatória e bactericida. Pode ser incluído na confeção dos pratos, saladas, cru ou ainda em infusões. É um alimento de eleição no reforço do sistema imunitário. Sendo muito usado em chá aqui conjuntamente com a canela, o limão e o mel, fazendo uma das melhores receitas caseiras para acelerar o tratamento de gripes e constipações;
  7. Mel e Própolis: Também conhecidos, pelos “antigos”, como os antibióticos naturais. Apresentam ação antioxidante, antiviral, bactericida e anti-inflamatória. Quem nunca fez o famoso xarope de mel e limão para a garganta?! A junção do mel ao sumo de limão, permite otimizar a presença desta vitamina, evitando que esta rapidamente se oxide;
  8. Batata-doce: Rica em betacaroteno, vitamina A, vitamina C e minerais é um alimento de eleição pelo seu teor vitamínico e de fibras, quer na confeção de sopas, ou como substituto da sua congénere batata branca mas que em nada é parecida do ponto de vista nutricional;
  9. Chás e infusões: São uma das formas mais agradáveis de nos mantermos hidratados no inverno, podendo sempre ir buscar benefícios adicionais de acordo com a erva ou ervas com as quais se faça a infusão e aí há infusões para todos os gostas e todas as maleitas. É só escolher a que mais se adequa a cada um de nós naquele momento.
  10. Limão: A semelhança do laranja, o limão, pouco apreciado, por ser ácido e pouco doce, pode ser um forte aliado na prevenção de gripes e constipações. A presença de vitamina C, confere-lhe uma ação antioxidante, é um potente agente bactericida, age como agente equilibrador de ph, condicionando as condições micro-ambientais, necessárias / ideias para que os agentes invasores se possam desenvolver.

Ana Filipa Baião

Nutricionista na Clínica Em Forma. Com trabalho clínico desenvolvido e publicado na área do emagrecimento, doença oncológica, doença celíaca e imunidade.

Também poderá gostar de…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *