1 mês de Criofrequência

Quando adquirimos este aparelho, há cerca de 1 mês, nunca achamos possível dizer o que vamos dizer hoje…

Claramente que antes da Criofrequência vir para as nossas Clínicas, houve um grande estudo sobre as vantagens e possíveis desvantagens da mesma. Entre conversas com muitas e muitas pessoas, até à visualização de tratamentos, vídeos, fotos do antes e depois, tudo foi feito para que conseguissemos arranjar o melhor tratamento para as nossas clientes.

Hoje, passado 1 mês de estarmos a trabalhar com a Criofrequência, podemos dizer que não podíamos estar mais satisfeitos. A Criofrequência é, sem dúvida, um tratamento de excelência, com resultados incríveis (para as pessoas cujo tratamento indicado seja este).

Tivemos resultados de perca de celulite muito visíveis, como o caso que apresentamos há algum tempo. Se quiser, pode ver aqui.

Tivemos resultados de perca de 2 cm de cintura, barriga ou anca, em várias clientes, numa única sessão.

Quem faz gosta e não quer outra coisa! Posteriormente, apresentaremos alguns testemunhos de clientes nossas que experimentaram a Criofrequência e ficaram fãs.

“O objetivo, neste momento, é continuar a trabalhar com garra e muita vontade, como temos feito até aqui. Temos as agendas completamente cheias. A Criofrequência veio para ficar e, em apenas 1 mês, deu provas disso mesmo. Os resultados são incríveis. Eu que ando neste mundo há tanto tempo, até fiquei pasmado, não estava à espera”, refere António Soares Neto, Diretor Geral da Clínica EM FORMA.

Portanto, já sabe, se quiser melhorar o seu aspeto e, consequentemente, a sua auto estima, a Criofrequência pode ser a solução. E numa única sessão os resultados começam a ser visíveis.

Faça uma consulta de avaliação gratuita nas Clínicas EM FORMA, para ficar a saber se este é o tratamento indicado para si, assim como o número de sessões que necessitará de fazer.

Criofrequência… A evolução das radiofrequências!

Também poderá gostar de…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *